Horas difíceis sem você



“Também somos o que perdemos” Boccage
Comecei com essa frase porque hoje tive muito medo de te perder, muito mesmo. Parei e pensei em tudo o que vivemos, eu tudo que eu te fiz, no que você me fez, no que fizemos. Em tudo que você trouxe pra minha vida, todas as novas visões, novas experiências, as raivas, os sorrisos, as lágrimas.
Haviam tantas idéias e planos na minha cabeça, antes mesmo da sua chegada, quase todos não aconteceram, nem sequer me esforcei pra que tivessem acontecido. Agora me lembro também de coisas que eu sequer imaginava que pudessem acontecer, coisas do tipo que a gente sonha só pra gente mesmo e deixa guardadinha com vergonha de dizer pro mundo, tamanha besteira!
Hoje eu me senti estranha, me senti mal, sei que você não fala pra mim, mas eu sinto que você sente. Não te deixei porque quis, quero que me perdoe. Você precisa ficar comigo, porque eu preciso de você e se não for com você não será com mais ninguém. Não, não me lembre do que eu disse sobre o próximo, você vai sempre ser o único.
E eu vou ser sempre você, sempre.
Janaina de Oliveira